Notícias
São Bento e Mirassol empatam em partida válida pelo Troféu do Interior
08/04/2017

Foto: Jesus Vicente | EC São Bento

O São Bento recebeu o Mirassol na tarde deste sábado (8), no Estádio Municipal Walter Ribeiro (CIC), pela 2ª rodada do Troféu do Interior. Com o empate em 1 a 1, o Azulão está na terceira colocação do Grupo 2 com dois pontos, com Ituano em primeiro, com quatro, e Red Bull Brasil em segundo, com três. O próximo desafio do clube é dia 15, contra o Santo André, às 15 horas, no estádio Bruno José Daniel, pela terceira e última partida da primeira fase. 

O primeiro tempo não começou como o São Bento gostaria. Logo aos quatro minutos, o atacante Zé Roberto abriu o placar para o Mirassol. Depois do susto, o Azulão equilibrou mais o jogo e criou boas chances de gol, mas o último passe insistia em não sair. 

Na volta do segundo tempo, o técnico Paulo Roberto Santos sacou o atacante Guilherme Queiroz e o meia Morais para as entradas de Wilson Júnior e Bebeto. Com as mudanças, o São Bento levou mais perigo ao gol adversário em chances de Ricardo Bueno e Marcelo Cordeiro. Depois dos sustos, o Mirassol também atacou, mas sem sucesso. Aos 25, Ricardo Bueno aproveitou a deixa na pequena área e mandou a bola para o fundo da rede empatando a partida em 1 a 1. Outras oportunidades foram criadas pelo Azulão, mas desperdiçadas com Giovanni acertando o travessão e Bueno mandando para fora. Aos 38 minutos, o árbitro Lucas viu pênalti de Bebeto. Na cobrança, o goleiro Rodrigo Viana defendeu para garantir o empate do clube, no CIC.

“Conversamos sobre a dificuldade que enfrentaríamos no jogo. Iniciamos bem a partida, mas erramos muitos passes e isso, logicamente, sobrecarrega a criação da equipe”, comenta o treinador Paulo Roberto Santos. Sobre o pênalti marcado pelo árbitro Lucas, ele foi enfático. “Está muito fácil marcar pênalti contra o São Bento. As penalidades têm sido, no mínimo, duvidosas e os árbitros têm marcado com uma precisão impressionante”. 

Já o goleiro Rodrigo Viana comemorou a boa defesa. “Foi uma defesa difícil, porque a bola foi bem no canto direito, mas eu consegui fazer a defesa e ajudar os meus companheiros do São Bento a manter o foco na competição. Agora é vencer o Santo André fora de casa e torcer para os resultados ajudarem a gente como foi no Paulistão”.

Para Morais, o importante foi conquistado. “A gente perdeu vários gols. As bolas que entraram ano passado, não entraram esse ano, mas o mais importante foi que a gente salvou o time do rebaixamento. Passamos dois meses na parte de baixo da tabela e foram os dois meses mais difíceis da minha vida como atleta, porque nunca tinha me visto nessa situação por tanto tempo, mas deu certo”.

O São Bento foi à campo com Rodrigo Viana; Régis, Rafael Tavares, Gabriel Santos e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia (cartão amarelo), Maicon (cartão amarelo) e Clebson (Giovanni); Guilherme Queiroz (Wilson Júnior), Morais (Bebeto (cartão amarelo)) e Ricardo Bueno. 

A comissão de arbitragem foi composta pelo juiz principal Lucas Canetto Bellote; auxiliado por Risser Jarussi Corrêa e Alex Alexandrino. O quarto árbitro foi Anderson Faustino Cordeiro. 

Público presente: 1.093 torcedores

Renda: R$ 12.075,00

Fonte: Assessoria de Imprensa | EC São Bento


Outras Notícias
04/08/2020 | Zagueiro Márcio Marcelo é o novo reforço do São Bento
27/07/2020 | Reforço na área
23/07/2020 | Tabela detalhada Série C (até a 9ª rodada)
20/07/2020 | São Bento testa elenco para retorno aos treinos
29/06/2020 | Feijoada em prol do São Bento e Complexo HR arrecada verba para melhorias do clube
30/04/2020 | São Bento e XV de Piracicaba se enfrentam em "clássico solidário"
16/04/2020 | Luto
16/03/2020 | Comunicado importante
16/03/2020 | Nota oficial FPF - Jogos suspensos
15/03/2020 | Paulista A2 | Penapolense X São Bento